Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LetrasJuntas, Palavras Escritas

Desabafos de uma ‘’Menina Mulher’’ que procura nas palavras o simples conforto de um dia melhor… rabugenta por natureza, não fosse para ela tão difícil aceitar as contradições da vida…

LetrasJuntas, Palavras Escritas

Desabafos de uma ‘’Menina Mulher’’ que procura nas palavras o simples conforto de um dia melhor… rabugenta por natureza, não fosse para ela tão difícil aceitar as contradições da vida…

O começo de tudo... Parte IV

27.05.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
Depois de tudo arrumado e as flores no lugar estratégica para que as pudesse contemplar não só quando estivesse lá fora, mas também dentro de casa, sentia-se leve e capaz de aproveitar em pleno o que a vida ainda lhe permitia. Estava descansada e a verdade é que o (...)

Se trocássemos o dia pela noite…

19.05.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | ver comentários (2)
Se trocássemos o dia pela noite, teríamos a coragem de aceitar o que isto nos traria? Viveríamos de consciência tranquila e esconderíamos os nossos segredos no escuro sombrio ou simplesmente conversaríamos, como quem fala com a melhor amiga, com as estrelas que (...)

Ausente mas sempre presente ...

15.05.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | ver comentários (6)
Quase que poderia ser apenas mais um texto dramático, e a verdade é que fiquei aqui com uma vontade de escrever sobre o tema... mas deixo isso para depois e apenas escrevo para vos dizer que apesar de ausente, estou mesmo sempre presente! A verdade é que tenho aberto o word (...)

Estava bem e isso sentia-se mesmo ao longe

04.05.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
Pôs de lado os livros que queria ler e focou-se apenas no céu que brilhava do alpendre. Estava um dia bonito. Vestiu um vestido mais curto que o normal e viajou pelos sonhos agora mais perto de se tornarem reais. Continuava a sentir o medo, mas tinha cada vez mais (...)

O começo de tudo... Parte III

29.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
Depois de uma limpeza geral mas bastante profunda, olhou para o relógio e já passava das duas da tarde. Pôs-se na cozinha e decidiu que se iria deliciar com um almoço nutritivo e depois talvez descansasse um pouco no jardim. O tempo continuava bonito lá fora e (...)

O começo de tudo... Parte II ...

28.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
Decidiu que tinha que se focar noutras coisas e o embrulho claramente que não era para ela, não tinha o nome dela, não tinha qualquer referência à sua pessoa, não podia ser para ela e não fazia qualquer sentido. Alguém se tinha perdido naquelas estradas sozinhas e (...)

O começo de tudo... Parte I...

27.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
Sentou-se no banco a contemplar a piscina, agora um pouco mais verde comparada com as tardes de verão passadas em gargalhadas… teria que a limpar, pensou, mas deixaria isso para melhores dias… Fechou os olhos e contemplou o sol que sentia fazê-la renascer e sentir-se (...)

Congelou o tempo...

21.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | ver comentários (2)
Congelou o tempo e todas as figuras ficaram paradas como se de uma tela se tratasse… o azul do céu cobria-lhes o rosto e não deixava espaço para sombras desertas nem lugares vazios… A bússola não mais apontava para sítio nenhum, como se tivesse chegado ao ponto (...)

… e assim ela conseguiu permanecer no seu todo…

20.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
… já era quase meio-dia, hoje tinha-se dado ao luxo de ficar na cama mais tempo, queria contemplar o silêncio e perder-se na almofada… Devagar, levantou-se, não se iria precipitar nem correr contra o tempo, hoje não era preciso! Tinha apenas o foco em aproveitar (...)

... como certo e garantido nesta vida é o hoje, é o agora!

18.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
Encontrou-se no bosque encantado, os cheiros elevavam-no para um lugar distante… sentia-se perdido, mas aquela necessidade de se reencontrar tinha desaparecido, tal como o tempo foge de quem o quer agarrar… Caminhou por entre o nada do castanho num verde tão perfeito (...)

‘’Não te queixes’’ Clara

17.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
Não te queixes dos sonhos perdidos… Não te queixes da noite sombria quando sabes que o dia lá fora é tão mais perfeito… Porque te queixas Clara? Porque deixas que essa raiva te consuma? Porque te queixas de tudo e do nada quando foste tu que escolheste? Não te (...)

A Arte de Ser Feliz

16.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
‘’Houve um tempo em que minha janela se abria sobre uma cidade que parecia ser feita de giz. Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco. Era uma época de estiagem, de terra esfarelada, e o jardim parecia morto. Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde, (...)

Quando a vida é uma longa espera… o que fazemos?

15.04.20 | LetrasJuntas, Palavras Escritas | comentar
… aquela espera que nos magoa, que nos atinge nos pontos mais fracos, mas pior, nos mais fortes que algum dia conseguimos ter… o que fazemos? Deixamos cair tudo e fingimos uma felicidade bruta, daquelas que precisam dos melhores filtros? Deixamos de sentir e (...)